Conteúdo

30 de março de 2020
Uma breve reflexão: Fé e Esperança diante do COVID-19

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou no dia 11/03/2020 a pandemia de COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com o órgão, o número de pacientes infectados, de mortes e países atingindo deveria aumentar nos próximos dias e semanas.

Estamos vivendo um momento muito delicado, em que devemos seguir todas as instruções da OMS, de ter cuidado para não se contaminar. Perceber e reconhecer que o problema é real, que os riscos de contaminação são grandes.

São mais de 335 mil casos de coronavírus confirmados no mundo e vale ressaltar que os números de infectados tendem a aumentar nos próximos dias, por isso é bom seguir a ordem da Organização Mundial de Saúde de ficar em casa, evitar aglomeração de pessoas, lavar as mãos com água e sabão e usar álcool em gel. Esse é um momento onde devemos acreditar que se cada um fizer sua parte, logo essa pandemia vai passar e tudo voltara ao normal.

Mas é momento também de união, de caridade, de empatia, de gratidão de fé e esperança. Sim, fé e esperança, pois por mais difícil que esteja sendo esse momento de pandemia, existe registros de pessoas que foram curadas do COVID-19. Segundo a OMS, 100.430 foram curados.

Momentos difíceis às vezes são necessários para o nosso crescimento pessoal, espiritual, emocional. Enfim, para crescermos como pessoas e nos tornamos melhores e mais gratos. Pois quando estamos longe de casa, é onde valorizamos nosso lar; quando não podemos abraçar quem a gente tanto ama; passamos a valorizar cada minuto ao lado dessas pessoas; quando existe o risco de morte, passamos a valorizar a vida.

Veja esse momento como uma possibilidade de enxergar a vida com mais gratidão. Não se sinta mal por ter que ficar em casa, muito menos fale que está isolado do mundo, lembre-se daquelas pessoas que foram infectadas com COVID-19, elas sim, estão isoladas, e o maior desejo delas em voltar para casa.

Tenho um convite pra você que está lendo esse texto nesse exato momento: não desanime, não entre em pânico, tente fazer exercícios para controlar sua ansiedade, e vamos todos juntos confiar que esse momento difícil vai passar, vamos manter a esperança que dias melhores virão. Que nossa fé e esperança possa ser maior do que esse medo que nos cerca.

Quando tudo isso passar, vamos poder abraçar aquelas pessoas que amamos e sentimos tanta saudade. A melhor forma para se preparar para esse momento tão esperado é se cuidar e ficar em casa, quanto mais cedo você ficar em casa, mais rápido essa pandemia vai passar e as chances de tudo se normalizar aumentam.

Desejo que todos vocês fiquem bem.

.

Autora: MARIA MARCIA MARTINS RIBEIRO | Psicóloga – CRP 09/13329

Psicóloga pela Universidade Salgado de Oliveira e Pós Graduanda em Avaliação Psicológica. Atuou no Centro de Referência Raio de Sol com atendimento individual de crianças e adolescentes, e como palestrante e facilitadora em dinâmicas e oficinas para a equipe multidisciplinar. Possui experiência em Psicologia Hospitalar, Home Care e Psicologia Organizacional. Em Psicologia Clínica realiza atendimentos de crianças, adolescentes, adultos e idosos embasados na Teoria Cognitivo Comportamental.

Compartilhe