Conteúdo

28 de março de 2017
A rotina com os filhos é importante?

Estabelecer uma rotina para os filhos requer sempre uma atenção a mais e alguns cuidados dos pais ou responsáveis. Muitas vezes os adultos não conseguem seguir uma rotina, afetando assim na criação dos filhos, que seguem a vida também sem rotina alguma.

Mas, é importante estabelecer uma rotina para as crianças? A resposta é sim, primeiramente pelo conceito de tempo ser algo complexo, que não poderá ser absorvido pela criança logo no início da vida. Se uma rotina é estabelecida a criança pode antecipar seus comportamentos adaptando-os para a atividade seguinte. Minimamente as horas de refeição e horas de dormir devem ser estabelecidas.

Uma família desorganizada, que não tem rotina alguma, pode interferir no desenvolvimento dos filhos, podendo crescer e se tornar pessoas inseguras, irresponsáveis, egoístas e ansiosos. A organização da rotina e das atividades não irá desenvolver uma criança privada de autonomia, sua ausência gera medo e ansiedade, nas crianças e nos adultos.

Os pais como sendo a primeira referência de interações sociais da criança, devem assumir o papel de educadores, devem também seguir a rotina deles, favorecendo pelo menos o aprendizado por observação, onde a criança pode aprender a seguir a rotina e fazer suas tarefas, apenas observando os adultos em suas tarefas.

No início o estabelecimento de regras pode ser difícil, principalmente para os pais que ficam tentados a quebrar a rotina, porém, com o tempo, a dinâmica da família começa a se adaptar à rotina e a convivência pode ser percebida como flúida e constante.

Crianças e adolescentes que seguiram rotinas desde pequeno apresentam mais afinidade e confiança nos cuidadores, com relatos inclusive de que “dão menos trabalho”.

Regras são essenciais e a rotina é referência na vida de crianças e adolescentes, porque direciona, organiza e equilibra suas vidas para mais tarde darem conta de seus compromissos tornando-se adultos mais bem sucedidos.

Como fazer a rotina? Crianças com 10 anos ou mais podem inclusive participar da construção ou alteração da rotina e regras, abaixo dessa idade os cuidadores devem levar em conta as necessidades e desejos dos filhos de acordo com sua idade, adaptando atividades apropriadas a eles. As regras e rotinas podem ser fixadas em local visível da casa, para que todos tenham acesso, esteja sempre aberto para rever a rotina de forma justa. Faça acordos e combinados com os adolescentes, estabelecendo consequências para o desrespeito às rotinas e regras, e cumprindo as consequências quando necessário, dessa forma favorecendo o senso de honestidade, verdade e justiça para os adolescentes.

Você sabe como criar uma relação positiva com seu filho? É importante compreender sobre o desenvolvimento dos filhos e quais práticas favorecem este desenvolvimento. Conte conosco para auxiliar neste processo!

Compartilhe